Praga, a cidade das 100 cúpulas nos 100 anos da República Tcheca

Praga, a cidade das 100 cúpulas nos 100 anos da República Tcheca

Praga, capital da República Tcheca, é uma das mais belas e também misteriosas cidades europeias. Foi eleita o destino europeu de 2018 e essa escolha não foi por acaso. Uma dupla lembrança marca este ano. Em 28 de outubro, será celebrado o centenário da fundação do estado independente da Tchecoslováquia. Por outro lado, este também será o momento de lembrar do 25º aniversário do Velvet Divorce, quando a Tchecoslováquia dividiu-se pacificamente na República Checa e na Eslováquia, em 1993.

Uma das mais belas capitais europeias

Não bastassem as séries de festas, shows, paradas e celebrações que ocorrerão em torno dos 100 anos de histórias, a verdade é que Praga é um dos destinos mais apaixonantes da Europa Oriental.. “Praga não deixa a gente ir embora. Essa velha tem garras”, brincava o escritor tcheco Franz Kafka, ao se referir à cidade onde nasceu e viveu a maior parte de sua vida.

Escultura kafkaniana, em homenagem ao famoso escritor nascido na cidade

É muito difícil encontrar um visitante que não tenha se encantando com a “cidade das 100 cúpulas”, por conta de seu patrimônio arquitetônico e rica vida cultural. Há uma explicação por trás de tanta beleza. Praga sobreviveu incólume às grandes guerras e desastres naturais. Permanecer “intocada” permitiu a ela manter seu caráter único, entrelaçando vários estilos arquitetônicos de todo um milênio. E é somente em Praga que se vê o que não se encontra em nenhum outro lugar do mundo.

Parece um conto de fadas…

Com cerca de 1,3 milhão de habitantes, a capital é uma joia rara que guarda riquezas a exemplo do exuberante Castelo de Praga (Pražský hrad), sem dúvida o monumento mais importante de toda República Tcheca.

O MAIOR CASTELO DO MUNDO

Desde o século IX, o Castelo de Praga funciona como a sede do poder político e religioso. Composto por palácios, igrejas, pátios e jardins, é destino obrigatório a qualquer visitante. Um detalhe que muitos desconhecem: ele é simplesmente o maior castelo do mundo! Ele tem uma área superior a 72,5 mil metros quadrados. Curiosidade: ele começou a ser construído em 880 e só foi encerrado em 1929.

Cerca de 1.000 anos para construir todo complexo do castelo

Isso significa que, além de vários estilos, será necessário reservar um dia todo, pelo menos, para visitar o interior do Castelo, composto ainda pela gótica Catedral de São Vito, o antigo Palácio Real, a Basílica de São Jorge e a Rua do Ouro. Os jardins são um show à parte, mas atente-se que ele só abrem de abril a outubro.

CATEDRAL DE SÃO VITO

A mais significativa construção do Castelo de Praga é a Catedral de São Vito. Ao adentrá-la, o visitante sente que o tempo parou. Seu interior maravilhoso foi criado por mestres medievais e, não por acaso, é iluminado pelos raios do sol. Observe os vitrais do mais importante pintor de art nouveau tcheco Alfons Mucha.

A imponente Catedral de São Vito, a maior de toda República Tcheca

Também fazem parte da catedral significativos túmulos com as relíquias dos santos e reis tchecos. É lá que se encontra a sepultura de São Venceslau, o patrono da República Tcheca, além dos restos mortais de São João Nepomuceno e dos imperadores Carlos IV e Rodolfo II.

Não deixe de ver ainda o impressionante mosaico do Juízo Final por cima do Portão de ouro. Aproveite ainda para subir até a torre principal, que oferece uma das mais lindas visões de Praga das 100 cúpulas.

REI RUDOLF II

Foi durante o reinado de Rudolf II, aqui conhecido como Rodolfo II ou o Imperador Romano-Germânico, que Praga viveu seu período de maior esplendor. Um dos nobres mais excêntricos da história tcheca tornou Praga a capital do seu império e acumulou na corte tesouros de valor inestimável. Além dos cofres abarrotados de artigos curiosos, o Castelo abriga uma maravilhosa coleção de arte.

RELÓGIO ASTRONÔMICO

O famoso relógio astronômico

O Relógio Astronômico da Cidade Velha é provavelmente o relógio astronômico medieval mais antigo e bem preservado do mundo. Foi instalado na torre da antiga Câmara Municipal, em 1410. Seu autor é Jan Ondřejův, chamado Šindel. O coração medieval do relógio, ou seja as rodas dentadas com 365, 366 e 379 dentes, que garantem o movimento dos indicadores do Sol, Lua e Zodíaco, foram preservadas até hoje e funcionam perfeitamente.

O relógio cheio de complicações e belezas mais comentado do mundo

No final do século XV, foi adicionado um calendário, substituído em 1866 por um novo, feito pelo pintor Josef Mánes.

GASTRONOMIA

La Degustation, premiado restaurante de Praga

Acredite: há 34 restaurantes em Praga que carregam consiga as reconhecidas estrelas do Guia Michelin, a exemplo do Field, Alcron e La Degustation Boheme Bourgeoise. Além dos mais cargos, há os desejados “Bib Gourmand”, que podem ser definidos como bons e baratos, segundo o guia. Entram aí o Eska, que até microcervejaria tem, e o Maso a Kobliha (de carnes e doughnuts).

CAFÉS HISTÓRICOS

Impossível passear por Praga sem resgatar o passado por meio de seus antiquíssimos cafés, famoso por reunir personalidades como jornalistas, escritores, atores de teatro, arquitetos, artistas e empresários. Os cafés tchecos também testemunharam a evolução da história cultural europeia. Muitos deles, para nossa felicidade, operam até hoje. Dos mais famosos, destacamos sete – Café Slavia, Café Savoy, Café Louvre, Café Obecní dům (Casa Municipal), Café Imperial, Grand Cafe Orient e Confeitaria Myšák.

O famoso Café Slavia

Provavelmente o mais famoso é o Café Slavia, instalado bem em frente ao Teatro Nacional. Embora nem todos os cafés históricos que se encontrem pelo mundo sejam efetivamente bons, o Slavia é reconhecido por sua qualidade e chamado pelos tchecos de “símbolo da arte em fazer café”.

Inaugurado em 1884 e decorado em estilo de art-deco, ele costumava ser visitado pelo ex-presidente Václav Havel, que gostava de desfrutar das mesas em frente às grandes janelas com vista para o Teatro Nacional, do Rio Moldava, do Castelo de Praga ou da Ponte Carlos. Além do café, o estabelecimento oferece ainda um restaurante e uma taberna. Abre todo dia, a partir das 8h, e conta com uma pianista profissional.

MÚSICA CLÁSSICA

A impressionante Ópera de Praga

A música clássica é parte integrante da identidade tcheca, da própria riqueza de compositores do país ao amor de Mozart pelo Teatro Estates, que é a Ópera de Praga. O Festival Internacional de Música da Primavera de Praga de 2018, que acontecerá de maio a junho, honrará o 100º aniversário do nascimento do compositor americano Leonard Bernstein. Melhor que isso é a notícia que a importante cidade tcheca foi recentemente nomeada a capital mais acessível da Europa para uma experiência cultural. Ou seja, com ingressos a valores que podem ser pagos por qualquer um.

Mahogany Cosméticos traz sempre os Melhores Momentos para você.

Para ler mais sobre lifestyle, visite Prazerices.

6 Replies to “Praga, a cidade das 100 cúpulas nos 100 anos da República Tcheca”

  1. Excelente matéria. Parabéns. Despertou curiosidade de conhecer mais as culturas de nosso planeta. Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *