A origem do Dia das Mães, a data mais querida do calendário

A origem do Dia das Mães, a data mais querida do calendário

Se hoje existe uma comemoração oficial de Dia das Mães no mundo, ela deve ser atribuída à americana Anna Jarvis. Tudo começou quando a “patrona” da data perdeu sua mãe, em 1905, na cidade de Grafton, no estado da Virgínia, nos Estados Unidos. Para homenagear a mulher que a trouxe ao mundo, ela organizou um dia especial na igreja em que frequentava. O intuito era combinar boas lembranças e também ensinasse às crianças a importância da figura materna.

Na época, a homenagem usava o cravo como simbolismo. O vermelho era adicionado à lapela da roupa das mães ao passo que os filhos órfãos se apresentavam usando um cravo branco.

A data logo se tornou sinônimo de carinho e afeto e, inevitavelmente chamou atenção do governador do estado, que definiu 26 de abril como Dia da Mães. Não demorou muito para a notícia ganhar todos os estados americanos até que, em 1914, o então presidente dos Estados Unidos, Woodrow Wilson, propôs um dia nacional voltado às mães. Definiu-se então, por sugestão da própria Anna, que a celebração acontecesse todo segundo domingo de maio.

No Brasil, o Dia das Mães ganhou forma em 1918, pelas mãos de Frank Long, então secretário-geral da ACM (Associação Cristã de Moços) do Rio Grande do Sul. No entanto, foi somente no governo de Getúlio Vargas, em 1932, que a data tornou-se nacional e oficial, por meio do Decreto 21.366. Dessa forma, o Brasil se adaptou ao calendário norte-americano nas comemorações.

SUGESTÕES DE PRESENTES

Para deixar a mãe mais bem cuidada e perfumada, a sugestão é a linha Make Me Fever Gold, a mais vendida da Mahogany, e a sua recente extensão Make Me Fever Rose, inspirada na linha mãe.

Make Me Fever Gold, o best-seller da marca

A primeira, em embalagem sofisticada que remete ao ouro e é toda reluzente, é uma fragrância de padrão internacional criada por Roland Theil, um dos maiores perfumistas do mundo. Sua essência floral fresca combina notas de bergamota e lichia (saída), rosa, gerânio e muguet (corpo) e cedro, musk branco e cristais de rosa (de fundo).

Dado seu aroma elegante, tornou-se o perfume mais procurado da Mahogany e ganhou versão para bolsa, hidratante para o corpo, sabonete em barra e um sofisticadíssimo sabonete líquido oferecido em um frasco de vidro em pintura ouro, ideal para decorar o lavabo. Há ainda um kit composto pelo perfume e um par de brincos de cristal.

Dia das Mães Mahogany
Make Me Fever Rose, linha que segue o chipre floral como caminho olfativo

Outra opção para o Dia das Mães é a Make Me Fever Rose, uma fragrância jovem e romântica. O caminho olfativo é um Chipre Floral que revela notas de mandarina e bergamota com fundo adocicado com madeiras mais quentes e harmonizadas pelas notas confortáveis de musk. Acompanham o perfume uma versão em sabonete em barra, sabonete líquido e hidratante corporal.

Mahogany Cosméticos traz sempre os Melhores Momentos para você.

Leia também Ouro, o metal mais sedutor da história da humanidade

3 Replies to “A origem do Dia das Mães, a data mais querida do calendário”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *